Ensino

Treino de Empreendedorismo

O Instituto Pedro Nunes (IPN) concentra os seus esforços numa formação de alto nível direcionada a profissionais que procuram uma atualização em novos domínios tecnológicos, na preparação de técnicos especializados e na qualificação de licenciados desempregados. Além disso, o Instituto Pedro Nunes promove formação dirigida a jovens empreendedores para fomentar a criação e incubação de empresas tecnológicas. Esta atividade assenta numa forte ligação com a Universidade de Coimbra e outras instituições de ensino superior, para além de empresas da rede de parcerias do IPN, o que permite cobrir áreas e perfis de formação complementares, proporcionando interessantes sinergias entre os diversos tipos de instituições.

A Divisão de Inovação e Transferências do Saber (DITS) é responsável pela transferência do conhecimento produzido na Universidade de Coimbra para o setor comercial, com o intuito de que a sociedade beneficie da investigação de qualidade desenvolvida pelas equipas de investigação da Instituição. Compete à DITS: estimular a condução de projetos conjuntos entre a Universidade e entidades externas; identificar e avaliar produtos resultantes de I&D com potencial de inovação e/ou comercialização e identificar parceiros adequados para o efeito; promover formação em empreendedorismo e inovação.

Ensino

Formação Avançada

A Universidade de Coimbra oferece uma vasta seleção de programas de graduação e pós-graduação nas áreas da Saúde, Ciências Biomédicas e Educação Física.

Mestrados:

Mestrado em Geriatria (FMUC)

Principais objetivos: Conhecer as principais alterações biológicas e anatómicas associadas ao processo de envelhecimento e entender os processos fisiopatológicos associados; Reconhecer os vários tipos de doenças que acometem preferencialmente os idosos; Conhecer os caminhos que permitem um envelhecimento saudável; Propor atitudes e comportamentos preventivos em relação à doença e bem-estar dos idosos; Fazer o diagnóstico diferencial entre o que é patologia e o que é envelhecimento fisiológico; Adaptar terapêuticas em função da idade; Sensibilizar outros profissionais de saúde e a população em geral para a necessidade de dar atenção aos problemas associados ao envelhecimento da população; Propor projetos de investigação que visem contribuir para o desenvolvimento da Geriatria. 

Mestrado em Investigação Biomédica (FMUC)

O mestrado em Investigação Biomédica visa criar condições para o desenvolvimento da formação diferenciada e de elevado mérito científico que prepara os alunos para atividades de investigação em Biomedicina. As principais áreas científicas deste mestrado incluem Ciências da Visão, Neurobiologia, Oncologia e Infeção e Imunidade.

 

Doutoramentos:

Programa Inter-Universitário de Doutoramento em Envelhecimento e Degenerescência de Sistemas Biológicos Complexos (FMUC em colaboração com a Universidade do Minho e a Universidade de Lisboa)

Este doutoramento oferece excelentes oportunidades de formação na investigação do envelhecimento, desenvolvimento e doenças inflamatórias crónicas. As principais características deste programa são o alto grau de colaboração interinstitucional e a mobilidade de estudantes e professores entre as três universidades filiadas.

Doutoramento em Ciências de Saúde (FMUC)

O doutoramento em Ciências da Saúde (Medicina, Medicina Dentária, Ciências Biomédicas, Tecnologias da Saúde e Enfermagem) é coordenado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra. As atividades de formação deste curso são destinadas a confrontar os alunos com problemas específicos de investigação em diversas áreas do conhecimento relacionadas com as Ciências da Saúde. Este curso caracteriza-se pela excelência na formação e investigação científica em Medicina e Biomedicina. As áreas científicas do programa abrangem questões fundamentais de investigação, incluindo a disfunção celular e mecanismos moleculares de doenças relacionadas com o envelhecimento, neurodegeneração e oncobiologia, bem como temas de investigação clínica e translacional, incluindo disfunções degenerativas da retina e cérebro, doenças inflamatórias crónicas e doenças neoplásicas.

Programa de doutoramento em Ciências do Desporto – Ramo de Atividade Física e Saúde (FCDEFUC)

Este programa visa a formação de competências, aptidões e métodos de investigação multidisciplinares, em objectos de estudo que integrem a educação física, a atividade física e o treino desportivo nas suas múltiplas expressões sociais e profissionais. Este curso está organizado em quatro especialidades (Atividade Física e Saúde, Educação Física, Necessidades Educativas Especiais e Treino Desportivo), incluindo aspetos específicos e interdisciplinares.

O Ramo de Atividade Física e Saúde concentra-se na evidência epidemiológica que liga a atividade física à saúde e à doença. Permite um maior conhecimento dos mecanismos associados à fisiologia e psicologia da atividade física e saúde e estuda os efeitos combinados na saúde da inatividade física e outros fatores de risco, tais como a má nutrição e o tabagismo. Estuda ainda o papel da atividade física na prevenção e controlo de doenças crónicas. Cobre também os temas da promoção da saúde e da atividade física para diferentes populações, bem como as metodologias de medição em saúde e qualidade de vida, os impactos ao nível social e da gestão da saúde pública. 

Doutoramento em Biologia Experimental e Biomedicina (IIIUC)

Este doutoramento pretende formar uma nova geração de profissionais internacionalmente competitivos em investigação básica de ponta no âmbito das ferramentas de diagnóstico, novas aplicações biotecnológicas e modelos terapêuticos pré-clínicos relevantes com uma formação multi e transdisciplinar. Este programa oferece formação orientada para a investigação avançada em áreas emergentes da Biologia e Biomedicina, tais como a Biologia Molecular da Célula, Neurociências e Doença, Biotecnologia Molecular, Toxicologia Médica e Ambiental, Biofísica e RMN, Microbiologia, Desenvolvimento e Fertilidade Humana e Ciências da Visão.

Ensino

Universidades

A Universidade de Coimbra (UC) é uma referência incontornável no panorama do Ensino Superior e da Investigação e Desenvolvimento em Portugal, pela qualidade reconhecida do ensino ministrado nas suas oito Faculdades e pelos avanços que tem permitido à investigação pura e aplicada, em diversas áreas científicas e tecnológicas.

A UC constitui, não só, um verdadeiro ícone da cultura de Portugal no mundo, como também prossegue esforços de melhoria constante que lhe permitem continuar a afirmar a qualidade do trabalho de investigação, ensino e intervenção ativa no desenvolvimento do tecido empresarial e de atividades de conhecimento intensivo.

O contínuo desenvolvimento tecnológico promovido por diferentes unidades de investigação reúne professores de diferentes disciplinas científicas com uma longa experiência no ensino, investigação, transferência de tecnologia e consultoria em diferentes áreas tecnológicas.

A UC oferece programas de formação avançada em diferentes áreas ligadas à ciência e à tecnologia, com especial ênfase para aqueles relacionados com o MIT Portugal, os programas da Universidade do Texas - Austin e laboratórios associados, entre os quais: a Associação para o Desenvolvimento da Aerodinâmica Industrial (ADAI), o Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC), o Instituto de Imagem Biomédica e Ciências da Vida (IBILI), o Instituto do Mar, Centro do Mar e Ambiente (IMAR-CMA), o Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores de Coimbra (INESCC), o Instituto de Sistemas e Robótica da Universidade de Coimbra (ISR-UC), o Instituto de Telecomunicações de Coimbra (IT) e o Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas (LIP).

A sua vasta oferta em investigação tecnológica faz da UC uma inegável referência em investigação e desenvolvimento em Portugal, destacando a excelência do trabalho desenvolvido pelas unidades da UC sob a égide do Instituto de Investigação Interdisciplinar (IIIUC), em particular do Centro de Engenharia Mecânica da Universidade de Coimbra (CEMUC); do Centro de Estudos de Materiais por Difracção de Raios-X (CEMDRX); do Centro de Física Computacional (CFC); do Centro de Informática e Sistemas (CISUC); do Centro de Instrumentação (CI); do Centro de Investigação em Engenharia Civil (CIEC); do Centro de Investigação em Engenharia dos Processos Químicos e dos Produtos da Floresta (CIEPQPF); do Centro de Matemática da Universidade de Coimbra (CMUC); do Centro de Química - Coimbra (CQ) e do Centro de Ecologia Funcional (CFE), para além dos laboratórios associados mencionados anteriormente.

A UC também se destaca na transferência de tecnologia, estando envolvida na promoção de várias iniciativas, tais como a Incubadora do Instituto Pedro Nunes e o Biocant, e na criação de spin-offs tecnológicas, entre as quais: Active Space Technologies, Artscan, Crioestaminal, Critical Software, Feedzai, InfoGene, Inogate, iNovmapping, ISA Intellicare, Luzitin, Move Mile, Sensebloom, SPI e Take The Wind.

Atualmente, a UC é um exemplo de dinamismo na procura constante pela melhoria e valorização do conhecimento, da investigação e da tecnologia, contribuindo de forma decisiva para o desenvolvimento da ciência e da tecnologia, bem como do aprimoramento do conhecimento como um elemento essencial da vida das pessoas.

Investigação

Neurociências e Visão

CNC.IBILI é uma nova unidade de investigação biomédica na Região Centro de Portugal, que resulta da fusão de dois institutos de investigação de excelência em Coimbra: o Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC), com uma longa tradição em biologia celular e molecular e neurociência, e o Instituto de Imagem Biomédica e Ciências da Vida (IBILI), um instituto de investigação da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, um centro de excelência reconhecido internacionalmente nas ciências da saúde.

A fusão do CNC e do IBILI resulta em abordagens e conhecimentos complementares, criando condições para que a nova unidade possa consolidar a sua posição como líder nacional e como uma referência reconhecida internacionalmente na área das Ciências da Vida. O resultado esperado desta fusão inclui publicações em revistas científicas de topo, uma atividade translacional efetiva de centros de Investigação e Desenvolvimento para a prática clínica e empresas e um crescimento económico regional substancial em 2020.

A unidade UC-CNC.IBILI incorpora investigadores na área da biomedicina (220 membros doutorados efetivos, 253 alunos de doutoramento e 50 membros administrativos) das Faculdades de Medicina, Farmácia, Ciência e Tecnologia, Instituto de Investigação Interdisciplinar e do CHUC, excelentes infraestruturas tecnológicas, incluindo a Centro de Imagem Microscópica de Coimbra (MICC), o Instituto de Ciências Nucleares Aplicadas à Saúde (ICNAS), a Plataforma RMN, a Unidade de Espectrometria de Massa, a Unidade de Citometria de Fluxo e um biotério de última geração.

O programa científico está organizado em três áreas principais: Neurociências, Visão e Doenças Cerebrais; Metabolismo, Envelhecimento e Doenças; e Terapia Molecular e Terapia Baseada em Células-tronco. Cada área reúne investigadores, tecnologia e uma rede internacional de colaboradores que suportam totalmente o programa de investigação proposto e têm a capacidade de enfrentar desafios societais.

Investigação

Imagem Biomédica

O Instituto de Ciências Nucleares Aplicadas à Saúde (ICNAS) é um centro multidisciplinar de investigação da Universidade de Coimbra que utiliza as principais modalidades de imagem médica para aplicações biomédicas, que vão das ciências fundamental à pré-clinica e clínica. As suas principais áreas tecnológicas são: PET (Tomografia de Emissão com Positrões), Ciclotrão e Radioquímica, Medicina Nuclear Convencional, Ressonância Magnética (MRI). O ICNAS possui valências que vão da Medicina e Biologia à Engenharia, Matemática, Física, Química e Informática, entre outras. Realiza exames médicos especializados em Neurologia, Cardiologia e Oncologia. As atividades do ICNAS incluem o desenvolvimento de novos traçadores e o apoio ao estudo e desenvolvimento de novas terapias e métodos de diagnóstico.

Investigação

Active and Assisting Living

O processo de alteração demográfica, que se refete no envelhecimento da população mundial e na inversão de pirâmides populacionais, trouxe novos desafios para os quais as famílias, os governos e a sociedade em geral não estão preparados. Perante esta situação, e assumindo que a evolução será acompanhada por um aumento de pessoas com maiores limitações físicas, torna-se claro que esta questão vai representar um problema, não apenas a nível social, mas também em termos de tratamento médico.

As Novas Tecnologias de Informação e Comunicação (NTIC) podem ter um papel extremamente importante na melhoria da qualidade de vida dos idosos, contribuindo para uma vida mais saudável e ativa. Este é, portanto, o ponto de partida para o conceito de Active and Assisted Living (AAL).

O Active and Assisted Living e as NTIC para a Saúde e Qualidade de Vida são as principais áreas de algumas instituições de investigação e desenvolvimento em Coimbra.

Uma destas instituições é o Instituto Pedro Nunes (IPN), que tem sido responsável por várias iniciativas em Portugal e na União Europeia relacionados com o AAL e as NTIC para a Saúde, participando em projetos que tratam da conceção de sistemas e arquiteturas e do desenvolvimento das áreas da eHealth e da eInclusion.

O IPN tem estado envolvido em vários projetos europeus financiados pelo Ambient Assisted Living Joint Programme (AAL-JP), tais como o Co-living, o CaMeLi e o CogniWin, e em grandes projetos nacionais como o TICE.Healthy e o AAL4ALL, financiados pelo QREN.

O Co-living, um projeto de três anos do AAL-JP, teve como objetivo desenvolver uma comunidade apoiada por NTIC e estimular uma vida independente e ativa dos idosos através do desenvolvimento da interação social, contribuindo positivamente para o seu bem-estar diário.

Cameli, um projeto de dois anos do AAL-JP, tem como objetivo fornecer serviços automatizados com a finalidade de auxiliar os idosos nas suas atividades diárias e contribuir para a prestação de cuidados de saúde de qualidade. 

CogniWin, um projeto de dois anos do AAL-JP, visa dar resposta aos desafios de adultos mais idosos no mercado de trabalho, oferecendo um sistema personalizado e inovador, motivando-os a permanecer por mais tempo ativos e produtivos em ambientes de trabalho informatizados.

O TICE.Healthy é um projeto nacional de larga escala de quatro anos, que visa o desenvolvimento de um ecossistema de inovação de aplicações baseadas em NTIC na área da Saúde e Qualidade de Vida. O principal resultado deste projeto é uma plataforma de NTIC chamada eVida, que tem como o objetivo possibilitar aos prestadores de cuidados no campo do envelhecimento uma ligação efetiva entre os sistemas formais e informais de cuidados, atuando na prevenção e diagnóstico precoce, aumentando a qualidade de vida, reduzindo os custos de saúde, que naturalmente tendem a aumentar devido ao envelhecimento da população europeia.

O AL4ALL é também um projeto nacional de larga escala que tem como objetivo principal o desenvolvimento de tecnologias baseadas nas NTIC para a saúde e participar em ensaios-piloto em todo o país.

Além destes projetos, o IPN tem uma vasta experiência em processos de transferência de tecnologia, transformando tecnologias da investigação em produtos de mercado, e também na coordenação de equipas multidisciplinares. As atividades de investigação do IPN são na sua maioria co-financiadas por entidades europeias e nacionais como o FP7 , AAL-JP, QREN, entre outras.

Inovação

Assistência Social

A Região Centro de Portugal engloba uma diversidade de prestadores de cuidados sociais. Esta rede de instituições presta apoio às pessoas mais frágeis, luta contra a exclusão e proporciona uma rede social, atividades intergeracionais, sensibilização para a ciência e cultura, fortalecimento da cidadania e educação para a saúde.

No que respeita à assistência social dos seus cidadãos idosos, o concelho de Coimbra tem vindo a desenvolver alguns projetos para proteger e satisfazer as necessidades específicas desta camada da população, tais como:

Georeferenciação de idosos - Tem como objetivo identificar e localizar os residentes idosos em situação de isolamento e vulnerabilidade em todo o concelho para que seja possível uma intervenção útil e atempada em parceria com instituições, autoridades e decisores locais.

Teleassistência ao domicílio – Tem como objetivo aumentar a segurança e combater a solidão dos idosos, através de um centro de atendimento permanente. Este projeto consiste num pequeno aparelho que as pessoas colocam ao peito ou no pulso e que, pressionando um botão, efetua uma ligação telefónica para um centro de atendimento permanente, onde a chamada é atendida por um operador especializado que presta o serviço necessário.

Uma mesa para os avós - Tem como objetivo suprimir uma das necessidades mais básicas da população idosa carenciada, isolada e sem suporte familiar. Trata-se de um programa de apoio domiciliário que tem como missão distribuir refeições ao domicílio aos fins de semana e feriados.

Inovação

Cuidados de Saúde

A Região Centro de Portugal dispõe de um ecossistema único em Coimbra que concentra recursos, competência profissional e serviços de qualidade. Este núcleo altamente diferenciado é alicerçado no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) e na Universidade de Coimbra, em estreita colaboração com uma rede regional de saúde e instituições de caridade administradas pela Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC). Este ecossistema de prestadores de cuidados de saúde e ação social abrange a população numa estreita coordenação com as autoridades locais. Em junho de 2014, o CHUC recebeu o prémio "Saúde Sustentável no Cuidado Hospital" atribuído pelo Jornal de Negócios e a Sanofi, em colaboração com a Accenture. Em abril de 2014, o Ministério da Saúde reconheceu o CHUC com a medalha de ouro como forma de reconhecimento do desempenho das unidades de saúde de Coimbra nas áreas da saúde, ensino e investigação.

Inovação

Aceleradoras / Incubadoras

O Instituto Pedro Nunes (IPN) é uma instituição privada sem fins lucrativos, que promove a inovação na área científica e tecnologia. Assumindo-se como instituição de ligação entre a Universidade e o mundo empresarial, o IPN atua nas seguintes áreas: incubação e aceleração de empresas de base tecnológica; investigação e desenvolvimento tecnológico; e formação altamente especializada. Criado em 1991, através de uma iniciativa da Universidade de Coimbra, o IPN conta atualmente uma equipa de quase 100 funcionários permanentes para apoiar startups e investigadores nestas atividades.

Com um modelo de negócio autossustentável, o IPN tem flexibilidade e capacidade para acompanhar as necessidades do setor empresarial. O IPN já apoiou mais de 220 empresas (27 no setor da saúde) e tem uma capacidade de exportação superior a 35%. De referir que o IPN foi premiado com a distinção de "Melhor incubadora de base científica para 2010".

O BIOCANT Park é o primeiro parque de biotecnologia em Portugal, cujo objetivo é patrocinar, desenvolver e aplicar o conhecimento avançado na área das ciências da vida, apoiando iniciativas empresariais de elevado potencial.

Através de um arrojado investimento por parte do Município de Cantanhede e do Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra, e tomando partido do investimento nacional na área das ciências da vida ocorrido nos últimos anos, foi possível estabelecer uma estratégia de desenvolvimento que promove, simultaneamente, o empreendedorismo e o crescimento económico.

O núcleo do Parque é o centro de investigação e desenvolvimento (I&D) – BIOCANT, Centro de Inovação em Biotecnologia – com um quadro próprio de investigadores e alicerçado na forte tradição científica dos centros de investigação de excelência da Universidade de Coimbra e da Universidade de Aveiro. As unidades laboratoriais são dotadas de profissionais dedicados e tecnologia de ponta com uma forte componente de automação em condições ímpares.

Ensino

Formação Avançada

A Região Centro de Portugal oferece um ecossistema único para o desenvolvimento de boas práticas na área do envelhecimento ativo e saudável.

Descubra Porquê

5º Congresso Regional Envelhecimento Ativo e Saudável

Voltar às Notícias

Pode fazer download do poster a partir deste link.

Download do programa a partir deste link.